Início Carros 6 Cilindros Comodoro 1988 – Aspirado e Nitro!

Comodoro 1988 – Aspirado e Nitro!

Compartilhar

Aspirado e Nitro

Que todo Opaleiro que se prese sonha em ter um seis bocas aspirado na garagem, isso ninguém discute, mas quando abrir o capô do Chevrolet Opala, poder se deparar com um algo a mais, isso com certeza não tem preço. A torcida vai ao delírio!!!

Esta é a relação com este Comodoro SL/E 1988, pertencente a Carlos Pissatto, da capital gaúcha Porto Alegre, que tem na garagem um canhão de mais de 500cv, mais precisamente 438cv na roda, sendo 262cv sem nitro e 176cv de Nitro.

A configuração foi montada primeiramente pela Doug´s Speed Shop, tradicional oficina de Muscle Cars de Caxias do Sul/RS, e com manutenção e upgrades sob responsabilidade da Power Bass Race Shop, onde Jorge Jr, mantém afinado a usina alimentada por gasolina Pódium.

Com recursos eletrônicos modernos, ter um Aspirado e Nitro, hoje em dia, se reduziu drasticamente quebras e permitiu um acerto mais preciso, trazendo mais satisfação e prazer ao “dirigir” o seizão preparado.

O motor trabalha com pistões Iasa 3”7/8 cabeça plana, bielas Scat de 6” com virabrequim original. Com parafusos de mancal ARP e cabeçote preparado pela Doug´s Speed Shop, utiliza válvulas de Inox Race Flow com 1,60 na admissão e 1,94 no escape o conjunto trabalha com 10,2:1 de taxa de compressão. O limite para motores alimentados à gasolina, mais do que isso é comprometido o desempenho, devido à combustão antecipada, caso ultrapasse este número. Orquestrando o conjunto, um comando Isky 525-C, molas Isky 6005, Tuchos mecânicos Crower e varetas 5,16” Pro Series.

O gerenciamento do motor é feito por uma FT500, que além da injeção e ignição, controla o nitro progressivo, fazendo com que potência seja despejada de modo ter o melhor aproveitamento possível, seja na rua como na pista, onde Pissatto tem se aventurado e andando bem próximo a casa dos 7 segundos no 1/8 de milha.

Na admissão, um coletor Carlini com seis borboletas de 45mm e seis injetores Bosch. A ignição é comporta por seis bobinas do Marea 2.4 e um módulo indutivo Spark Pro-6. As velas são Iridium que detonam a mistura! No escape um 6×2 desenvolvido pela Rogério Dudu Escapamentos com tubos de 2,5” de diâmetro com banho cerâmico.

A transmissão é um Câmbio Clark 260-F original, trambulador de D-20 e embreagem multidisco Ceramic Power. O diferencial original foi substituído por um Dana 44, mais resistente com blocante Track Lock Spicer.

A suspensão dianteira foi recalibrada pela Power Bass e a traseira recebeu amortecedores Competition Engineering com regulagens e Buchas PU!

O carro permaneceu com a aparência completamente original, a pintura e lataria impecável passou por um intenso trabalho pelas mãos de Luccas Panitz Detailer, que trouxe o brilho de volta ao Chevrolet 1988. No visual mantendo as rodas “ralinho” com pneus Hamkook no uso urbano, e quando entra na pista, são calçadas rodas com pneus Hoosier Drag Dot – 225/50 R15!

Para você que curte a nostalgia de um Muscle Car nacional, não abre mão do aspirado e busca dirigibilidade e ao mesmo tempo potência, esta é uma boa receita! Baixo risco de quebra, muita diversão, seja na rua como na pista. Um carro que você curte em todos os sentidos, na lenta e na alta!

Quer saber mais? Ficou com alguma dúvida sobre este projeto, fale com o preparador Power Bass Race Shop (51) 3223-3333!

Deixar resposta