Início Carros 4 Cilindros Chevette TST #31

Chevette TST #31

104
Compartilhar

Quando se fala em arrancada, regulamento e categorias, o assunto é praticamente um mito, quase ninguém sabe onde recorrer, os criadores e os controladores do mesmo é igual cabelo de freira, todo mundo sabe que tem, mas ninguém vê. Simplesmente aparece aquele adendo, proibindo ou liberando alguma coisa, onde a grande maioria sempre se mostrou contrária.

chevette-tst-17

Desses anos todos de arrancada, insatisfação e polêmica envolvendo a criação das regras, poucas coisas foram tão acertadas como a criação das categorias de tração traseira turbo, que permitisse carros de quatro cilindros se destacarem e serem competitivos, em uma categoria teoricamente de acesso. A Turbo Street Traseira, TST, surgiu em 2014 justamente para resgatar projetos que se viam desfavoráveis em batalhas diante dos TT seis cilindros, era tudo ou nada.

chevette-tst-3

Sempre na ponta, nas diferentes categorias em que compete, a Julieta Competições não perdeu tempo e já emplacou um TST como o mais rápido do Brasil. O TST #31 desta matéria, é pilotado por Thiago Marques de Brasília/DF, piloto á com história na arrancada brasiliense, competindo um Gol DT-B.

Com apenas cinco provas disputadas, a tocada perfeita e um carro bem acertado, alcançaram as parciais de 60pés: 1s537, 100m: 4s270, 201m: 6s401, 300m: 8.162 402:9.754, tempo alcançado no Velopark durante a segunda etapa do VP Series.

chevette-tst-4

O conjunto mecânico, que exige cabeçote 8V e turbo nacional segundo o regulamento, é um motor AP com 2.0L de deslocamento volumétrico. Foi montado com um virabrequim original 2.0 STD com parafusos de mancal ARP, pistões Iasa côncavo de 83,5mm, bielas Regis Racing de 144mm. O cabeçote de fluxo cruzado foi preparado e recebeu válvulas em Inconel, tuchos, molas e comando Crower.

Para despertar o pacato Chevette, um turbo Holset HX 35 desenvolvido pela DNT Turbos possui rotor de 60 e eixo de 59(limitado pelo regulamento) e carcaças .50/1.05. A pressão é regulada por uma wastegate FTX. Pressurização em alumínio manda diretamente da boca da turbina até o corpo de borboleta de 60mm o ar pressurizado, que no coletor Expert faz a mistura, lavada por 8 injetores, com 4 de 80lbs na primeira e 4 de 225lbs na segunda bancada pulsando metanol puro, incansavelmente obedecendo aos comandos da FT500.

O módulo FuelTech também gerencia a ignição que trabalha com quatro bobinas Blaster SS da MSD, no distribuidor original, o sensor de fase para um ajuste mais fino da injeção sequencial.

Para aguentar a sapatada, um câmbio Clark 260-F com engrenagens forjadas BF Câmbios, com engate rápido, para troca de marchas sem acionamento da embreagem, embreagem multidisco em carbono e diferencial Dana 44 com blocante e ponta de eixo forjadas De Pauli Drag Racing

chevette-tst-15

Para otimizar a tração, a De Pauli Drag Racing desenvolveu a suspensão traseira e a dianteira foi ajustada pela Julieta Competições, que embora com pneus Toyo R888, saltam constantes 1s5 na primeira parcial da pista.

 

Muito competitivo e agora o recordista da categoria nos 402m, Thiago, o piloto, se mostra muito satisfeito com a categoria, equilibrada e competitiva, porém almeja voos mais altos. Na temporada de 2016 continuará pela TST, porém já prevê uma transição do TST #31 para a categoria TT-B, onde é permitido um carro mais elaborado, com caixa de roda, pneus maiores e o uso de cabeçotes multiválvulas, agora rumo aos 8 segundos, em busca da evolução com tempo cada vez mais baixos e show garantido aos amantes dos quatro cilindros de tração traseira.

[box type=”shadow” align=”” class=”” width=””]

[/box]

[toggle title=”Ficha Ténica – Clique” state=”open”]

FICHA TÉCNICA:

PROPRIETÁRIO: Thiago Marques

PREPARADOR: Julieta Competições

VEICULO: Chevette

MOTOR: VW AP 2.0 8v / Bielas Regis Racing 144mm  / Pistões Iasa 83,5mm côncavo  / Virabrequim AP 2.0 / Anéis NPR / Bomba de óleo Original / Cabeçote Fluxo Cruzado  / válvulas em inconel / molas, tuchos e comando Crower.

SISTEMA DE ADMISSÃO E ESCAPE: Coletor de admissão Expert / Corpo de Borboleta FTX 60mm / 4 injetores de 80lbs e 4 de 225lbs/ Coletor de escape em inox Shalom / Turbina HX 35 by DNT Turbos / Válvula de alívio FTX / Válvula de prioridade FTX

GERENCIMANETO ELETRONICO: FT500 e datalogger Fueltech 24 canais / Booster Controller 2 / Gear Controller / Quatro bobinas Blaster SS / Velas NGK Iridium / Bomba de combustível Mecânica

TRANSMISSÃO: Câmbio forjado BF / Embreagem Multidisco em carbono / Blocante e pontas de eixo forjadas De Pauli

SUSPENSÃO: dianteira Julieta e traseira De Pauli

Pneus: Dianteiros: Front Runner e Traseiros Toyo R888 225 50R15

 

[/toggle]

Deixar resposta